quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Comecinho dos outros (parte 1)

A menina pedia sempre barranco
Um dia sentou na pedra e começou a ler
Migrou por uma infinidades de letrinhas
E quando deu por si
estava assim pulando no rio
rumando uma terceira margem

Um comentário:

yuri disse...

margem da palavra.