terça-feira, 18 de novembro de 2008

Lomofamília

Acontece - e não é raro,
de me perguntarem:
- cadê você?

Por mais que eu tenha fotografado
minha família - sem mim
não é o meu retrato.


6 comentários:

AnaRita disse...

gostei mais do título do que do resto do texto.
gostei do jogo do sem mim com a leitura sem ou com o travessão.
um exercício interessante de acaso.

Lara disse...

desabafo de um fotógrafo! =]

Ramon disse...

Presento no momento de inspiração.Sempre por aqui.

Marianna disse...

Sinceramente, eu me emociono com a simplicidade que o yuri consegue pôr em tão poucos versos. Como fotógrafa, esse me deixa pensando nele (o poema. o.k. o poeta também) o dia inteiro.

Yuri disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Yuri disse...

Opa. Bom, para que o meu fique com cinco comentários, comentarei.

Agradeço, Ana, Lara, Nna, Ramon (seen live), valeu. Ana, pode ser mais clara, não tem problema. ; )