sábado, 31 de maio de 2008

Sentido da vida

A mulher se escorou no balcão e esperou ser atendida, morta de tesão. Naquele momento ninguém seria capaz de saciar sua vontade – somente ele. Perscrutou ávida, na vitrine, aquele que melhor lhe agradava, mas todos eram lindos e maravilhosos, todos eram SÓ PARA ELA, MEU DEUS!, quase não cabia em si de tanta alegria por haver tantas opções...! Meteu a mão nos bolsos para ver quanto dinheiro ainda tinha, e se de repente não pudesse pagar por um luxo daqueles? Seria a pior morte de todas. Mas aí veio o rapaz de jaleco branco meio desabotoado, ela fez seu pedido e EM BREVE SERIA FELIZ NOVAMENTE! Logo, logo poderia encontra-se com aquele que daria sentido à sua vida de prazeres, logo poderia jogar-se nos braços da melhor invenção do homem: o chocolate.

Então o pedido chegou e ela comeu comportada.

3 comentários:

Lara disse...

e, imediatamente, a melhor invenção do homem se tornou imensamente menos desejável, e o desejo se voltou para outro objeto, e assim sucessivamente a vida vai acontecendo.

AnaRita disse...

gostei do contraste entre o tesão e o comer comportada.

pit disse...

"e ela comeu comportada" foi beem brochante.

eu gostei.